terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Sopa para bebés (6 a 9meses)

 Como sabem, fui mãe há 9meses e uns dias. Tem sido a melhor experiência do mundo em todos os sentidos. Ver a Constança crescer é indiscritível, nem sei como não expludo de tanto Amor que tenho pela minha bebé...
Adorei estar grávida, foram momentos muito felizes e sentia uma ligação muito forte com a minha bebé, mas amamentar, é ainda melhor. Olhar para a minha filha e saber que sou eu que a faço crescer, que continua ligada a mim, que desfrutamos daquele momento que é só nosso, um momento de ternura, Amor e muita felicidade. Mas os bebés crescem, e a maminha não é suficiente para as necessidades deles (apesar da Constança continuar a trocar tudo pela maminha!), e aos 5meses e meio introduzimos a sopinha na alimentação da Constança. Poderia ter sido aos 6meses, até porque é o que a OMS aconselha, mas eu comecei a trabalhar quando a Constança fez 6meses, e a pediatra achou por bem introduzir a sopa antes.
 

1ª sopa (5,5-6meses)

A Pediatra deu algumas indicações muito úteis:
- Base da primeira sopa: A+B+C (abóbora, batata, cenoura)
- 1 colher de sobremesa de azeite após a sopinha estar pronta
- Dar a base 5 dias seguidos, se não fizer reação, acrescentar um legume a cada 5 dias, até um total de 5 ingredientes.
- Começar pelos legumes mais brancos (coração, couve flor, cebola, alho francês, alho)
- Legumes proibidos: espinafres, nabiça, nabo, agriões e leguminosas.
 
Na primeira sopa, coloquei batata, cenoura e abóbora bem laranjinha e no final um pouco de azeite por cima. A Constança não gostou... no primeiro dia, porque no segundo já tive que lhe tirar o prato da frente! Fui acrescentando os legumes tal como a Pediatra aconselhou. Nunca fez reação nenhum e adora a sopa. É o que mais gosta depois da maminha.
Para os bebés que não gostam muito de sopa e preferem a papa (que é mais docinha), aconselho vivamente a colocarem batata doce na sopa. Fica tão docinha, que acho que não vão mostrar resistência, para além de ser muito rica em fibra e ajudar no bom funcionamento intestinal, que poderá sofrer uma ligeira alteração com a introdução dos sólidos.
Como preparo a sopa:
 
É muito fácil preparar uma boa sopa de bebé!
Numa panela com um pouco de água, coloco 5 ingredientes cortados em pedacinhos pequeninos, e deixo tudo cozinhar bem.Quando estiverem bem cozinhados, retiro a água por completo para passar a sopa. Vou acrescentando a água que retirei, até obter uma textura cremosa e não muito líquida. Coloco um pouco de azeite (uma colher de chá) e está pronta!
 
Carne na sopa:
 
A partir dos 6meses e meio, comecei a colocar carne na sopa. Como temos pessoas da família que criam animais em casa, a Constança é uma priveligiada, e nunca comeu carne sem ser caseira. Separo a carne em pequenas porções individuais e congelo. Depois é só colocar na panela.
Coloco 20g de carne branca (frango, perú ou coelho)e mais 4 legumes. É o único ingrediente em que tenho cuidado com a quantidade.
A Constança adora!
 
Peixe na sopa (e novos legumes):
 
Aos 8 meses, coloquei pela primeira vez peixe na sopa da Constança. Na zona onde moro, é muito fácil ter sempre peixe fresco. O primeiro que experimentou foi linguado, mas podem começar por outro peixe magro e branquinho qualquer (pescada, badejo, ruivo, peixe rosa, rodovalho). Com o peixe, faço a mesma coisa: peso pedacinhos de 20g, lavo e congelo as pequenas porções que ficam prontas a colocar na panela.
A sopa preferida da Constança é de peixe com bróculos e batata doce!
ntroduzi também aos 8meses, a beterraba, o nabo e já se podem colocar os espinafres e agriões (ainda não experimentei). Também se podem colocar algumas ervas aromáticas, que enriquecem bastante a sopinha, tais como a salsa e os coentros.
Também aos 8meses, a Constança começou a fazer almoço e jantar. Dou sempre uma refeição de carne e outra de peixe e vario sempre os legumes, assim vai tendo contacto com novos sabores e novas combinações todos os dias sem enjoar!
Bem, a sopa foi muito fácil, no próximo post de diversificação alimentar vou falar-vos da farinha de pau e da açorda, da fruta e dos iogurtes, que não foi assim tão simples... 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada por visitar o "Que Massada"!!
Espero ter-vos por cá mais vezes, sim??

Beijinhos,
Virgínia