quarta-feira, 9 de março de 2016

Risoto de Cogumelos Shitake

Risoto. Esse pecado que só se pode cometer muito raras vezes, e normalmente marca datas especiais em que celebramos com boa comida... Este foi exceção. Uma simples refeição de almoço no dia de folga, para fazer jus aos deliciosos cogumelos shitake de um produtor local. O marido não descansou enquanto não me convenceu a fazer um guloso risoto com os cogumelos que só de olhar já nos deixam saciados.
Bem, lá fiz (como sempre) a vontade e preparei o risoto enquanto a gordinha dormia a sesta.

Para preparar este risoto, irão precisar: (para 2 pessoas)
-500g de cogumelos Shitake frescos
- Arroz de risoto (coloquei 3 mãos de arroz)
- 1 cenoura
- 1/4 de pimento verde
- 1 ramo de tomilho fresco
- 1/4 de couve coração
- 1/4 de courgete
- 1 alho francês
- 1 copo de vinho verde branco
- q.b. Pimenta preta e da Jamaica moída na hora
- Flor de sal a gosto
- q.b. Azeite
- 1 colher de sopa de margarina
- parmesão raspado a gosto 

Começar por preparar o caldo de legumes. Colocar numa panela com água a cenoura, o tomilho, 3 cogumelos grande em quartos, o coração, a courgete, o pimento em tiras e a parte verde do alho francês. Temperar com pimenta e sal e colocar ao lume. Deixar levantar fervura, e depois baixar para lume brando cerca de 15-20 minutos. Desligar, coar e reservar. 
Num tacho anti-aderente, colocar um pouco de azeite e aquecer bem. Acrescentar os cogumelos bem secos, temperar com flor de sal e pimenta a gosto, e ir mexendo até ficarem bem cozinhados. Reservar.
Cortar em juliana fina a parte branca do alho francês para um tacho largo e acrescentar o azeite e o arroz. Quando o arroz começar a ficar translúcido, acrescentar o copo de vinho branco, e colocar em lume médio, mexendo sempre. Quando notar falta de liquido, acrescentar uma colher de servir a sopa de caldo e ir mexendo sempre, repetindo este processo até o arroz ficar cozinhado (cerca de 20 minutos). 
Acrescentar depois a manteiga e o parmesão raspado, até ficar com a consistência desejada. Acrescentar ao risoto os cogumelos previamente salteados, e servir de imediato. 



O caldo, depois de pronto, estava tão delicioso que seria capaz de o beber como chá... Os cogumelos são tão ricos em textura e com um sabor tão forte e característico que é preciso segurar a mão na hora dos temperos. Foi dos melhores risotos que já fiz. É um prato de paladar bem vincado, com poucos ingredientes, mas muito sabor. 
A meu ver é a melhor forma de intensificar o sabor de cogumelos tão frescos e deliciosos. Não sobrou nem um arrozeiro... 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada por visitar o "Que Massada"!!
Espero ter-vos por cá mais vezes, sim??

Beijinhos,
Virgínia